(Artrose de Ombro)

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 

A artrose do ombro é o termo usado para relatar um desgaste da articulação do ombro. Diferentemente de outras articulações como joelho e quadril, o ombro não representa uma articulação de carga, fazendo com que seu desgaste (artrose) seja uma doença incomum, se comparado ao de outras articulações.
A artrose do ombro geralmente acomete o membro dominante, em pacientes acima da meia idade, usuários braçais e podendo se relacionar com o fator hereditário.

Sintomas
A principal queixa é dor de caráter progressivo ao longo dos anos, sensação de crepitação aos movimentos do braço e até impotência funcional para movimentação do ombro nos casos mais avançados.

O Diagnóstico
O diagnóstico é feito através do exame físico e de radiografias que mostram o desgaste da cabeça do úmero e a diminuição do espaço da articulação. A Ressonância Magnética é muito importante para complementar o diagnóstico e para avaliar a integridade dos tendões do ombro, que não podem ser vistos no RX.

Tratamento
O tratamento inicial é sempre conservador com medidas analgésicas, remédios protetores de cartilagem e fisioterapia para manter os movimentos do ombro e fortalecimento dos músculos.
Nos casos de falha do tratamento clínico, em que haja a manutenção da dor e perda gradativa dos movimentos, o tratamento cirúrgico está indicado.
A artroscopia do ombro pode ser indicada, em casos selecionados, como método paliativo para ressecção de esporões ósseos e retirada de corpos livres, podendo trazer alívio dos sintomas e postergar a cirurgia definitiva que é a substituição da articulação do ombro por uma prótese.